Istmos

Somos todos ilhas, sempre descontentes, procurando istmos. Istmos que vem e vão com a maré, os mais breves istmos, que logo submergem, mesmo estes, queremos incondicionalmente. Fazem-nos pertencer. Um breve instante de istmo é o que nós, ilhas, queremos. Como apostos entre vírgulas, vivemos querendo sair de nossa condição, buscando virar parte. É nosso instinto, nossa natureza. Fomos ilhas desamparadas, nadando no líquido maternal, e nosso primeiro istmo foi um cordão. Crescemos ilhas, sempre nos amparando em tênues istmos de amor, compaixão ou mesmo dor. Morreremos ilhas, todos os laços se cortarão. Que istmo haverá então?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s