Escher ou o Criador de Mundos

The "impossible architecture" of M.C...
Image via Wikipedia

Quer entender de onde vêm algumas das idéias para as  belas imagens de “A Origem” (Inception) ? Ou para as montanhas voadoras de Avatar? Ou ainda para as Minas de Morin, em “O Senhor dos Anéis” (The Lord of  the Rings) ?

Vêm de M.C. Escher, um cara que nos propõe repensar o Real. Um cara para quem não existiam caminhos impossíveis, formas erradas e muito menos, um único ponto de vista. Escher embaralha as cartas e as distribui no campo de jogo de um jeito totalmente imprevisível. O homem te faz olhar tudo de um jeito diferente, te faz desconfiar, achando que o que você vê não é exatamente o que está alí. Trompe l’oeil constante que brinca com o óbvio.  Como assim, óbvio? Coisas que você pensava inexeqüíveis.  Coisas que faltaram naqueles primeiros seis dias. Escher conclui.

Vá ver a exposição deste “holandês voador”, no CCBB, em São Paulo.

É isso aí

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s