Porque A Origem não é um filme 5 estrelas

5 estrelas do Estadão é algo que não vejo faz muito tempo, e “A Origem” (Inception), as ganhou. Veja deu apenas 3. Eu fico com 4, bem meio termo, dirão alguns, mas eu sustento que não. Inception não vale 5 pelos seguintes motivos:

1. Porque Ellen Page não está a altura do papel que lhe foi confiado. Ela não passa a autoconfiança e a atitude necessárias como Ariadne, “a” arquiteta super-super, de nome óbvio (Ariadne, da mitologia grega, a que ajudou Teseu no Labirinto). Além disso, ela tem de cumprir o papel de “terapeuta” de Cobb (Di Caprio), a única que é capaz de desvendar o segredo da mente perturbada do Extrator. Não dá. Ainda bem que ela não será Salander.

Pouco convincente esta garotinha

2. Porque Nolan escolheu uma música de Edith Piaf para servir de alarme para o despertar dos nosso heróis-ladrões e esta música (“Non, je ne regrette rien”) fala de alguém que não se arrepende de nada do que fez, ao passo que Cobb é a Culpa em pessoa (o próprio personagem declara isso). E uma coincidência também infeliz, porque Marion Cotilliard fez o papel de Piaf, no qual ganhou até Oscar.

Non, je ne regrette rien...

3. Porque não bastam os cenários espetaculares. Falta credibilidade à trama, ainda que esta esteja muito bem “arquitetada”, com o perdão do trocadilho. Vejamos pelo menos dois pontos estranhos:

a) nossos heróis estão conscientes de que estão sonhando, mas sofrem para derrotar os bandidos-projeções, por que têm pistolinhas ao invés de lançar mão de bazucas, ou qualquer coisa mais potente. O que, em um dado momento, é um recurso utilizado por um deles, incoerentemente. Das duas uma: ou é o inconsciente que predomina, e não se pode influenciar nada em um sonho, ou se sonha conscientemente, e eu domino o sonho como eu quero, e não só de vez em quando.

b) a “volta” de Cobb, já quase no final, é totalmente inexplicável pois ele perdeu o “gatilho”.

Para contrabalançar esses probleminhas, resta a hipótese perturbadora de que tudo não passa de um único grande Sonho…..(que justifica a minha quarta estrela).

Caiu ou não caiu?

De resto, é inquestionável que Inception é um filmaço, talvez o melhor do ano até agora. Disputa difícil com “A Fita Branca”.

É isso aí.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s