Eu vi um país se curando

Chegando a Amsterdam, de Frankfurt, em um dia de céu límpido, fiquei impressionado com a imagem que via da janelinha. Vi um país fazendo acupuntura. Eram agulhões imensos, estas turbinas eólicas que despontavam como que de cada pedacinho de chão que não era cultivo, ou propriedade. A força desta opção energética limpa se faz notar muito intensamente na Holanda e, também na Dinamarca. Mas a taxa de crescimento das novas instalações na Holanda é de 20% nos últimos 5 anos, acumulada, ao passo que a Dinamarca já estagnou. É claro que a capacidade instalada em outros países é maior que na Holanda (que neste quesito ocupa apenas o 12º posto no ranking), mas se dividirmos pela superfície de cada país, veremos que a Holanda sobe para o 3º lugar, atrás apenas de Dinamarca e Alemanha. Com a taxa de crescimento que apresenta, logo, logo ocupará a liderança.

Foi uma imagem bacana, de um país se curando, renovando suas energias no rumo da sustentabilidade. Muitos podem achar feios os grandes parques de vento que vão se construindo mundo afora. Mas é literalmente quixotesco lutar contra estes novos moinhos gigantes. Eles são parte indissociável do futuro. Dá-lhe, Holanda.

É isso aí,

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s