Mais Vermeer: Análise de mensagens

Como prometido em um post anterior, trago aqui um pouco mais de Vermeer. Fui motivado pelo título de um curso que estava sendo oferecido na Casa do Saber, em SP, “como ver um quadro“.

Não deu para assistir, mas resolvi publicar aqui uma idéia de como é “ver um quadro”. Tomemos o exemplo de “Mulher com a balança”, de Vermeer, o mestre da captura do momento, do instante único. No quadro, pintado entre 1662 e 1665 e que reproduzo abaixo, temos aparentemente uma mulher pesando jóias.

Um olhar mais atento vai nos possibilitar descobrir que ela apenas estava aferindo a balança, uma vez que não há nada ainda nos recipientes.

E partir daí, nossa visão pode ser treinada para captar todas as mensagens que o grande mestre, muito provavelmente, quis passar. Senão, vejamos: Se apurarmos o olhar mais para o alto do quadro, à esquerda, veremos a moldura de um espelho. O Espelho, para muitos, tido como símbolo de vaidade, egoísmo. O ato de pesar jóias diante de um espelho, portanto.

Mais ainda, há ainda a polêmica acerca da provável gravidez da moça (veja o detalhe da parte amarela da vestimenta, na primeira imagem). Se ele estiver grávida, o ato de estar prestes a pesar as jóias, reveste-se de um caráter mais dramático, pois pode indicar a necessidade de vender os bens para fazer frente às despesas com um nome membro na família.

Bem atrás da mulher, finalmente, temos de dedicar nossa atenção ao quadro na parede. A pintura dentro da pintura. Neste caso, temos uma representação do juízo final. Não sabemos se Vermeer tomou emprestado um quadro existente e o reproduziu, ou se ele mesmo criou, direto na sua tela, este quadro dentro do quadro. Como sabemos, a Balança também é considerada um símbolo de Justiça, de ponderação. O Juízo final é um momento, segundo a religião, de acerto de contas.

Tudo isso levado em consideração, o nos quis dizer Vermeer?
É consenso entre os estudiosos, que a mensagem principal do quadro é que devemos conduzir a vida com temperança e justiça. Devemos cuidar bem ao tomarmos qualquer decisão na vida. Devemos ser responsável pelos nossos atos. A alegoria do Juízo Final, a balança, o espelho, tudo diz mais do que originalmente poderíamos pensar.

É isso ai!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s