Por quê cai tanto a BOVESPA?

Pausa para reflexão: Por quê caem tanto os indicadores da nossa Bovespa? Com as manchetes de hoje enchendo os olhos, resolvo fazer este comentário, até mesmo para auto-exorcizar o medo…..

Vejamos: A bolsa teve uma trajetória fantástica nos últimos 4 anos, sempre sendo o investimento mais rentável, com um crescimento médio talvez superior a 25% ao ano. E este ano, lá por maio, chegou a 72 mil pontos, logo após a obtenção do “investment grade” pelo Brasil. Daí, começaram as surpresas:

a) realização de lucros > tão logo tivemos o investment grade, o índice começou a cair, pois grandes invetidores, principalmente estrageiros, resolveram converter os papéis, então valorizadíssimos de suas carteiras em “real money”….

b) cobertura de perdas > a este movimento, somou a necessidade de gerar caixa para cobrir as perdas que começaram a pipocar em outros mercados, então lá se vai o investidor estrangeiro com a culpa de novo…

c) queda das commoditties > com os primeiros sinais de menor crescimento, algumas commoditties começam uma trajetória de perda de preço, afetando fortemente várias empresas no Brasil

d) subprime > a crise dos créditos pobres americanos chega à economia real, afetando o crédito fácil e barato para as empresas, que sem crédito dificilmente conseguem por em prática seus projetos, e o mercado reage com expectativas de que haverá menor crescimento, menos lucros…. 

e) ameaça de recessão > os úlitmos dias e semanas têm sido pródigos em demonstrar sinais de que realmente o mundo sofrerá uma recessão, ou um crescimento menor dos países emergentes.

A questão agora é saber o quanto da queda está fundamentado nestas questões acima e o quanto é um comportamento de manada, irracional dos investidores? O quanto a Bolsa brasileira é dependente dos investidores estrangeiros e o quanto ela ainda é manipulável por grandes especuladores nacionais?

Que a crise desencadeada pelo subprime americano já tocou a economia real não há dúvida, mas daí a especular-se como se o mundo fosse entrar em colapso vai uma distância enorme. O quanto este pequeno arrrefecimento do crescimento mundial pode afetar a expectativa de geração de lucro (isto que define a capitalização das empresas afinal) das empresas brasileiras?

Nínguém parace ser capaz de responder e é isto que nos dá medo.

Mas que é um evidente “cisne negro”, ah isso é. Embora o Diogo Mainardi ache que “cisne negro” era o que estava acontecendo antes….o comentário dele na Veja desta semana é genial. Vale a pena!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s